Aniversariantes
Enquete

Onde você imagina que Rodrigo Caetano trabalhará?

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Arquivo da categoria ‘Notícias Anteriores’

D’Alessandro agora é reserva

Há situações em futebol, que somente a experiência permite dar o passo a frente. A lesão do D’Alessandro é o caso que me refiro. O time do Internacional sem D’Alessandro ficou competitivo. É biológico que o D’Alessandro não seja mais o mesmo atleta. É preciso compreender. A lesão que sofreu ajudou a explicar a sua ausência e faz com que o torcedor mantenha a admiração pelo ídolo. D’Alessandro agora é reserva.

Acalmaram as tensões

Ontem a vitória do Internacional serviu para acalmar as tensões. O Inter foi superior e aplicou um solene 3 x 0 na Chapecoense. Esta vitória pode ser comprada com o resultado e o desempenho diante do Bahia. O Internacional precisa melhorar muito, mas o passo adiante foi dado. Agora é esperar pelo anúncio  da contratação do executivo Rodrigo Caetano. Certamente outras novidades virão.

O Inter acertou com Caetano

Estão acertados Internacional e Rodrigo Caetano. O anúncio ocorrerá após o jogo de hoje contra a Chapecoense. Caetano precisa estar preparado para as dificuldades que encontrará. No futebol profissional o dirigente adere ao que está estabelecido ou baterá de frente com os equívocos instalados no clube. Ofereço apenas um exemplo: D’Alessandro fez do seu assessor de imprensa, assessor de imprensa do futebol do Internacional. Já na Base do Internacional tudo que está em prática é o oposto do que Rodrigo Caetano implantou onde trabalhou.

Bebida alcoólica é droga

A tentativa de reabrir o consumo de bebida alcoólica em estádios de futebol é bem fácil de equacionar. Basta confrontar os resultados das informações sobre  desordens e incidentes nos períodos com e sem bebedeira. No rigor da interpretação bebida alcoólica é droga.

Faltou cautela com Tite

Quando começaram os elogios para o trabalho envolvente do Tite, como técnico da Seleção Brasileira, aconselhei cautela. É verdade que o treinador recuperou a auto estima da seleção. Esta é uma verdade incontestável. Os brasileiros retomaram o gosto pela nossa seleção. Mas tudo tem um – porém – e o Tite está virando o fio. Suas entrevistas, suas explicações, seus conteúdos, seus argumentos começam a perder o prazo de validade. Esta convicção passei faz tempo basta pesquisar aqui mesmo. Espero que o início dos treinamentos tragam o Tite para a realidade.

Para onde irá Caetano

A definição do destino do diretor executivo Rodrigo Caetano está em sigilo. Me chama  atenção o número de clubes, que a imprensa noticia, que estão interessados em Caetano, porém  não ocorre acerto. No Rio de Janeiro, o Fluminense e o Vasco, se diz, estão interessados em Caetano. Fora do Rio, Internacional e Vitória, se diz,  fizeram propostas ao profissional. Será que Caetano está negociando com todos estes clubes? Ou as cifras vão fazer pensar muito?