Aniversariantes
Enquete

Quem ganha o Campeonato Gaúcho

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Arquivo da categoria ‘Notícias Anteriores’

O cachorro do “Seu” Ênio Andrade

Prometi no dia   primeiro de janeiro, que com alguma frequência contaria histórias da profissão. Vai a primeira:  “Seu Ênio” era assim que era chamado o técnico Ênio Andrade. Quando treinava o Grêmio não contava com a simpatia do cronista esportivo Paulo Santana da RBS. Estas críticas eram severas e acredito, até injustas, pois “Seu Ênio” foi – Tri Campeão Brasileiro. Campeão invicto com o Inter e campeão com o Grêmio e o Coritiba. “Seu Ênio” criou a história, que recebia o Jornal Zero Hora diariamente, pois era assinante. A coluna do Santana era na última página do jornal. O treinador que morava em uma casa no Bairro Passo D’Areia dizia que seu cão, fiel amigo, apanhava o jornal na área de entrada da casa, tirava a última página e lhe entregava o jornal. Este era o “Seu Ênio”.

Rodrigo Caetano dá passo à frente

Após a eliminação da Copa São Paulo a direção de futebol do Internacional tomou duas medidas iniciais na tentativa de reorganizar o seu departamento de base. O treinador da equipe Sub 20 Ricardo Grosso foi demitido e o coordenador da base Diogo Cabrera foi afastado do cargo e assume outra tarefa de menor responsabilidade. Será um cumpridor de ordens. Para os catedráticos a responsabilidade era dos meninos. Com o afastamento  de Cabrera do comando do departamento Rodrigo Caetano dá passo à frente. Roberto Melo é o grande protetor de Cabrera que também conta com a sombra de Fernando Carvalho.

Marketing da Geral do Grêmio

O departamento de marketing da torcida Geral do Grêmio é muito eficiente. Por ocasião da chegada do atacante Vizeu os “geraldinos” marcaram um golaço.  Ainda no aeroporto  Salgado Filho como o representante  do clube era o segurança Fernandão, os torcedores fizeram o atleta vestir a camisa e o boné da Geral.  Parabéns a imagem rodou o Mundo. Numa empresa que privilegia o marketing é caso de demissão.

Não culpem os meninos

Acompanho pelas redes sociais o processo de linchamento que sofrem os meninos do Internacional que representaram o clube na Copa São Paulo. A eliminação foi terrível. É simples de identificar os catedráticos. Os atuais responsáveis pela base do Internacional, liderados por Diego Cabrera, são os mesmos que passaram pelo Grêmio, de 2013  até 2016, com a mesma liderança e não ganharam nada. Repito o que já escrevi, a eliminação do Inter é para demissão geral do comando. Sei que o Cabrera é indicação do Fernando Carvalho e Roberto Melo, mas o desempenho é ridículo.

Convênio Grêmio, K2 Soccer e Tubarão

Ainda sobre a base tenho outra curiosidade. Em setembro de 2017 o Grêmio, com seu Conselho de Administração presente, firmou acordo de “reciprocidade” com a empresa K2 Soccer. Esta empresa acoplada ao Tubarão de Santa Catarina atuaria com o aproveitamento de meninos do Grêmio e encaminharia aqueles que pudessem despertar o interesse gremista. Além deste segmento foram firmados acordos científicos  recíprocos. O representante da empresa K2 é o conhecido profissional do futebol, que já trabalhou no Grêmio, Júnior Chávare. O curioso nesta história é que nem Grêmio, K2 Soccer ou o Tubarão fizeram qualquer manifestação de atividade recíproca ou unilateral das partes.

Goleada para demissão geral

Neste domingo pela Copa de São Paulo, o Internacional levou uma sonora goleada do Guarani de Campinas foram 5 gols a zero. O Internacional foi humilhado. Não é por acaso que venho abordando os gastos e os aproveitamentos de atletas das bases da dupla Grenal. Sou do tempo que uma goleada, menor do que esta, era suficiente para demitir todo um departamento. O Internacional faz dois anos que sob a orientação do Diego Cabrera é uma casa de muita teoria e pouca eficiência. Aliás, isto já foi feito no Grêmio pelos  protagonistas agora no Internacional