Aniversariantes
Enquete

O Corinthians pode deixar de ser campeão?

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Bolzan quer suplementação de verba

O Conselho Deliberativo do Grêmio se reúne na semana que vem. Os conselheiros gremistas apreciarão o pedido da direção para aprovação de suplementação de verba no valor de R$ 40 milhões. Estou  em dúvida sobre todas as notícias veiculadas sobre a administração austera e criativa de Romildo Bolzan. Este ano o Grêmio economizou com Muller, vendeu o Pedro Rocha e recebeu dinheiro da TV. O que está acontecendo? Ou a administração não é tão austera assim?

4 Comentários para “Bolzan quer suplementação de verba”

  • Traks disse:

    Houve um aumento na receita real frente ao projetado. Isso dá margem para aumentar os custos/investimentos. Abraço!

  • Cristiano Ferreira disse:

    A gestão administrativa do futebol dos clubes brasileiros é um caos.
    A administração do Grêmio não é tão austera assim como pregam.
    O problema não está apenas nas despesas, mas nas receitas também. Os clubes gastam o que não podem cobrir com as receitas. Fazem um “orçamento” que prevê despesas durante um exercícios de acordo com a prospectiva de receitas. E estas também são vinculadas ao resultado de campo.
    E o clube que tem sucesso nas competições, as receitas aumentam e isso gera um aumento de despesa, já que jogadores serão valorizados pelos sucessos.
    Os clubes são geridos na emoção e os recursos tem sido mau geridos.
    O programa SAP adquirido e futuramente renovado por milhões não funciona adequadamente no Brasil.

  • Rafael uNger disse:

    Darci…analisando as pessoas com quem conviveu ao longo de sua vida profissional, considerando tanto área do futebol, quanto administrativa e patrimonial, quais os cinco maiores presidentes na ordem do Grêmio e do inter na sua opinião?

  • Darci Filho disse:

    Rafael começo em 1975 1uando iniciei em Porto Alegre. No Inter: Heraldo Hermann, Frederico Arnaldo Balvée, Gilberto Medeiros, Giovani Luigi, Fernando Carvalho. No Grêmio: Hélio Dourado, Fábio Koff (só futebol, pois todas as vezes que saiu deixou o Grêmio devendo o que não podia), Paulo Odone, José Alberto Guerreiro, Duda Kroeff.

Comentar

*