Anniversaires
Sondage

Você acredita na classificação do Grêmio?

Détermination

Carregando ... Chargement ...

Renato Carioca forma a terceira equipe

Nenhum treinador  no futebol brasileiro, nos últimos anos, necessitou montar equipes diferentes em tão pouco tempo como Renato Carioca. Ele chegou em 2016 modificou a metade do time que vinha jogando e foi Campeão da Copa do Brasil. No ano seguinte precisou montar duas equipes  e foi Campeão da Libertadores. Não ganhou o Brasileiro porque abriu mão. Agora em 2018 disputa a Recopa Sul Americana e o time que vai para a disputa muda em pelo menos cinco posições na relação com a equipe Tri Campeã da Libertadores. Confira quem não está: – Edilson, Ramiro, Arthur, Barrios e Fernandinho. Será que o Renato Carioca é, somente administrador de vestiário?

4 Comentários paraRenato Carioca forma a terceira equipe

  • Ze ces:

    Se tá brincando com isso ne?
    Corinthians bem montando um time a cada ano e já ganhou três brasileiros com plantel bem diferentes. Essa base do Grêmio já vem desde 2015 e até hoje mudou pouca coisa. Inclusive o modelo de jogo é o mesmo que Roger implantou, na qual muitas vezes se atrapalha por que Renato não muda o esquema

  • darcifilho ces:

    Zé não costumo brincar com assunto sério. O time Campeão da Copa do Brasil foi montado e recuperado pelo Renato Carioca. O Roger teve participação, mas quando Renato chegou a situação era a seguinte: Grohe, Ramiro, Fernandinho, Kannemann, Pedro Rocha, no Luan jogaram até pipoca lembra? O Giuliano tinha saído e não tinha substituto. O NEGUEBA era titularíssimo. Eu não disse que o Roger não teve participação. Depois saíram Wallace, Pedro Rocha, Douglas lesionou, saiu Marcelo Oliveira e entrou Cortez, colocou Arthur na equipe, a direção queria Mustos. Outra vez mudou cinco atletas. E a escalação para o jogo de hoje reafirma mais cinco alterações. Se estivesse brincando seria engraçado, se fosse preconceituoso seria burrice. Também não comparei com outro clube. O Corinthians está de parabéns.

  • Cristiano Ferreira ces:

    Ainda tem pessoas, inclusive na imprensa esportiva, que credita os resultados da Copa do Brasil e a Libertadores ao Róger.

    Então, como dizia o Jack Estripador, vamos por partes.

    Antes do Róger, o Grêmio contratou Felipão.

    Felipão saiu após o resultado o empate com a Ponte Preta e o time escalado foi: arcelo Grohe; Galhardo (Matías Rodríguez), Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Luan, Lincoln (Everton) e Giuliano (Douglas); Yuri Mamute.

    Percebe-se que a base do time foi construída pelo Felipão.

    Róger chegou e modificou o time. O time teve um desempenho melhor no campeonato brasileiro, o que garantiu sua permanência para 2016.

    Com Róger, o Grêmio tomava muitos gols de bola parada. Foi goleado pelo fraco time do Coritiba, Ponte Preta. Sua demissão, ocorreu em razão de uma série de maus resultados.

    Róger pediu demissão após levar 3 da Ponte Preta. Escalou o time da seguinte forma: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Wallace, Jailson e Lincoln (Guilherme); Pedro Rocha (Negueba), Luan e Bolaños (Batista).

    Chegou Renato e modificou o time. Colocou o Ramiro e afirmou Pedro Rocha. Modificou o posicionamento dos zagueiros. Reposicionou o Douglas. o sistema defensivo se tornou mais sólido.

    O time campeão da Copa do Brasil escalado pelo Renato:
    Marcelo Grohe, Edilson, Pedro Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira; Wallace, Ramiro, Maicon, Douglas, Luan e Pedro Rocha.

    Para aqueles que desacreditam no trabalho do Renato, provavelmente, Róger deve estar treinado o Grêmio por telefone.

    Quando o Grêmio começou a ter alguns resultados ruins, começaram a insinuar que a saída do Valdir Espinoza teria sido a causa, porque era quem ajudava Renato nas orientações táticas.

    Balela dos catedráticos.

    Renato tem currículo como treinador. Antes de chegar ao Grêmio pela primeira vez, foi Campeão do Copa do Brasil pelo Fluminense em 2008. No ano seguinte, foi vice-campeão da Libertadores. O time foi desmontado, os resultados ruins apareceram e ele foi demitido.

    Escalação do Fluminense campeão da Copa do Brasil:

    Fernando Henrique; Carlinhos, Thiago Silva, RÓGER e Junior Cesar; Fabinho, Arouca, Cícero e Carlos Alberto (Thiago Neves); Alex Dias (Rafael Moura) e Adriano Magrão (David.

    dans 2008, o Renato escalou o FLuminense:Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto, Junior César, Ygor, Arouca, Conca, Thiago Neves, Cícero e Washington.

    No banco de reservas:Diego, RÓGER, Maurício, Romeu, Dodô, Marinho e Allan.

    O preconceito e resistência contra o Renato é tão grande que chegaram afirmar que Renato não gostava de jogador argentino.

    Admito que ele não gosta. Eu também não gosto. Jogador argentino ruim ninguém gosta. Agora, o bom jogador é escalado. No time de Renato, Conca jogava.

    Renato não é um estudioso como Róger, mas tem mais currículo.
    Róger é um estudioso, aprendeu muito com Renato.

    O resto é balela dos catedráticos.

    Um abraço Darci.

  • Ze ces:

    Darci, o Grêmio de Roger despencou com a saída do Giulliano e lhe deram Negueba e Schuster. Nunca esqueça que o CB foi salva pelo defesa do pênalti do Grhoe na Arena, onde o time tomou um vareio do Atl PR. E a LA o Renato deixou até a mãe na UTI pra se dedicar a ela. Renato tem seus mérito sim , pois jogamos o melhor futebol do Brasil sim, contudo tenho a absoluta certeza de Roger não tivesse deixado esse sqiema tático ele teria muito trabalho pra montar uma nova equipe e nuca esquecendo foi Renato quem inventou o jogo da bola única, dando inveja até ao Roth jogando num 6×3×1.

Discuter

*