Aniversariantes
Enquete

Você credita na seriedade da Conmebol?

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Lesões em 2018 e o “status”

Repasso outra informação sobre baixas médicas nos clubes da Primeira Divisão do Futebol Brasileiro. Esta informação corresponde ao ano de 2018. Façam as suas análises. Comparem o ano de 2017 com o de 2018. Há alterações no posicionamento e também manutenção de “status.”

3 Comentários para “Lesões em 2018 e o “status””

  • Gremista disse:

    Renato vai ter q trazer o departamento médico do flamengo pra trabalharem aqui.

  • Eder disse:

    E o Flamengo é o time que menos poupa..

  • Cristiano Ferreira disse:

    Essas estatísticas são interessantes e comprovam que algo está errado no Grêmio há muito tempo.

    O time do Grêmio não tem uma preparação física de excelência. Além disso, o departamento médico é muito ruim.

    Concordo com o gremista, tem que trazer a estrutura do Flamengo para Porto Alegre.

    O problema é que no Grêmio o cargo no departamento médico é vitalício e o sujeito somente sai se quiser, ainda que deixe o cargo a disposição. No Grêmio, somente há unanimidade em relação ao Departamento Médico.

    Os caras podem se matar no Conselho pela disputa política. Quando assumem, mexem nas categorias de base, no quadro de funcionários. A única exceção é o departamento médico. É imutável!!

    O histórico de lesões é explicável.

    O Paulo Paixão veio do Rio de Janeiro, trazido por Sérgio Cosme.

Comentar

*