Aniversariantes
Enquete

Quem é o melhor presidente?

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Uma estátua para Fábio Koff

Fábio Koff considerado o maior presidente da história do Grêmio falecido em 10 de maio , ainda não foi homenageado pelos seus fãs gremistas. Esta falta de homenagem se registra no clube, onde não há uma sala com o seu nome ou por admiradores políticos. Na cidade de Gravataí foi   divulgada a única homenagem pública  prestada para Koff. Lá existe a Avenida Fábio Koff. A ironia é que o ex-atacante do Internacional e vereador da cidade Demétrio Tafras é o autor da homenagem. Enquanto presidente a sala presidencial era muita frequentada.   Estes encontros possuíam  um quórum respeitável de 20 ou 30 pessoas. Diariamente frequentar a sala de Koff era sinal de status.   Fábio Koff – nestas horas – era invariavelmente bem humorado. De acordo com a contribuição  na reunião, após a saída Koff fazia a sua avaliação. Os piores eram chamados de “RATÕES”. Todos queriam sair juntos. Tá na hora dos RATÕES homenagear o grande líder.

6 Comentários para “Uma estátua para Fábio Koff”

  • Luiz carlos disse:

    Este sim merece uma estátua, mas preferem dar para que não veio na festa de inauguração da Arena porque não lhe pagaram cachê.

  • Darci Filho disse:

    Editei seu comentário, porque não pactuo com agressões.

  • Bolsonaro disse:

    Sou agradecido ao Koff pelas conquistas e só! Andei lendo histórias sobre atitudes dele como cidadão comum e não gostei.

  • Darci Filho disse:

    A história se encarrega de esclarecer fatos.

  • Rafael Unger disse:

    Darci, embora Fabio Koff seja o presidente mais vitorioso dentro do campo do Grêmio, é inegável que ele sempre despertou amores e ódios dentro do Conselho Deliberativo do Grêmio. Com certeza uma homenagem na fase atual seria despertar rivalidades existentes dentro do Clube, em ano eleitoral. Acredito que o presidente Romildo, como hábil político, não mexeria num “vespeiro” destes. Acredito também que seja mai fácil homenagear o Dr. Koff quando tiver passado alguns anos e as rusgas politicas forem ficando mais “esquecidas” na memória de seus pares.

  • Cristiano ferreira disse:

    Há quem defenda que Hélio Dourado tenha sido o maior Presidente da história do Grêmio, tanto que o CT de Eldorado, ganhou o seu nome, enquanto estava vivo.

    Não foi coincidência o fato de Fábio Koff presidido o Grêmio em duas oportunidade em que o Clube foi duas vezes campeão da Libertadores.

    Na última passagem, Fábio Koff estava afastado do clube e só retornou para fazer frente a Paulo Odone ajudou acabar com o clube dos Treze.

    Os defeitos de Fábio Koff eram menos do que suas virtudes e competência. É muito provável que se ele tivesse mais envolvido com o clube e tivesse menos idade, sua última passagem não passaria em branco. algumas pessoas escolhidas não seriam as mesmas.

    Nas redes sociais não era possível fazer críticas a gestão Koff. Qualquer crítica, a pessoa era denominada Odonista.

    E, aqueles que o defendiam, estão por aí. Nem sequer se dão ao trabalho de sugerir uma homenagem digna ao grande Presidente Fabio Koff.

    De qualquer modo, o que intriga não é nem a falta da ideia de fazer uma estátua _a Fabioa Koff, mas a falta de uma homenagem por mais simples que fosse.

Comentar

*