Aniversariantes
Enquete

Quem é o melhor presidente?

Apuração

Carregando ... Carregando ...

Renovação de contrato não é reforço nem reposição

A renovação de contrato não é  reforço ou reposição. Você reforça um grupo de atletas, quando agrega qualidade. Você repõe um atleta, quando  um lugar está vago.    É necessário esclarecer e não permitir que este sofisma vire verdade. O torcedor não pode ser induzido ao erro ou tratado como alguém que não saiba o que é reforço ou reposição. Este sofisma é uma tentativa de esperteza.

Um Comentário para “Renovação de contrato não é reforço nem reposição”

  • Cristiano ferreira disse:

    Os dirigentes sustentam que renovação de contrato equivale a uma contratação.

    Não sei quem foi o percursor desse sofisma. No Grêmio, vi sair da boca do Paulo Pelaipe, Meira, Antônio Vicente Martins, Duda Kroef, Rui Costa e deve ter havido outros.

    Resta saber se o Grêmio saber onde estão localizadas suas carências.

    Quando falam que Marcelo Oliveira pode ser zagueiro e os dirigentes se mostram satisfeito com a ideia, causa-me espanto.

    Marcelo Oliveira já um jogador improdutivo na lateral esquerda, onde seria sua posição de origem. Como zagueiro, vai matar muito gremista. No jogo contra o Flamengo, protagonizou uma cena ridícula.

    No jogo contra o Paraná, fez um penalti não marcado pela arbitragem ao levantar mão na bola.

    O Michel na zaga é melhor do que o Marcelo Oliveira.

    Marcelo Oliveira tem que ser moeda de troca.

    O Bressan precisou de uma tragédia para convencer os dirigentes do Grêmio. E o pior não foi nem isso. Três jogos antes com a participação do Bressan já era possível notar sua falta de qualidade, as mãos todas hora aberta quando ia na marcação. Fez um penalti no Dudu do Palmeiras que o árbitro não assinalou.

    Bressan não é o único que deveria sair. Tem dirigente que é tão fraco, para sair, também precisa de uma tragédia.

    A imortalidade tricolor protege o Grêmio, mas quando a incompetência dos dirigentes é tão grande, nem a imortalidade aparece. Como dizia o Cabral: “Nem Cristo salva”.

    A análise dos dirigentes do Grêmio é o que mais deve preocupar o torcedor.

Comentar

*