Aniversariantes
Enquete

O Grêmio sai da zona do rebaixamento até o início da Copa América?

  • Não (70%)
  • Sim (30%)

Carregando ... Carregando ...

Sem dar mole para Renato Carioca

Após a derrota para o Fluminense por 5 x 4 depois de estar vencendo o jogo por 3 x 0 o Renato Carioca explica que “alguns atletas deram mole.” Acredito que seja possível. O que não é aceitável é que voltaram do intervalo e continuaram “dando mole.” Será que não ouviram ou não deram atenção ao treinador. Após o jogo contra o Avaí a explicação passava elo cansaço. Algumas questões precisam ser cobradas sem dar mole para o treinador. Renato Carioca quando não obtém resultado satisfatório não explica taticamente o comportamento da equipe. O crítico mais severo não encontra esta análise, nem mesmo nas vitórias. Ora, se em média por jogo, o Grêmio corre 30minutos e invariavelmente um jogador deixa o campo com problema muscular a preparação física precisa ser revista. Este não é um problema novo. Nos últimos dois anos o Grêmio está entre os quatro primeiros times com mais lesões.

3 Comentários para “Sem dar mole para Renato Carioca”

  • TRAKS disse:

    E por onde passou então esta derrota?

  • Cristiano Ferreira disse:

    O Renato treina pelo conhecimento empírico que adquiriu. As explicações sempre serão vagas nas vitórias e nas derrotas.

    O “Deu mole” faz parte da rotina.

    Dois jogos na Arena e duas derrotas consecutivas. Isso não pode ocorrer com o grupo que o Grêmio tem.

    Algumas coisas são inexplicáveis para mim em relação a escalação.

    Por exemplo, Pepê entrou muito bem contra o Libertad, puxou o contra-ataque que liquidou a partida.

    Faz tempo que não recebe chance.

    Contra o Fluminense, foi a vez do Marinho que desperdiçou um contra-ataque do Grêmio. Se tivesse passado para alguns dos companheiros esperavam receber a bola, talvez, teria saído o gol do empate.

    O Grêmio subiu o zagueiro Rodrigues do time de transição. Renato poderia tê-lo escalado no jogo contra o Avaí, por exemplo. Mas não, colocou o Michel e tomamos mais um gol contra dele.

    O desequilíbrio do time passa pelas escolhas de Renato.

    Renato tem que parar de onda e colocar Tardelli como titular no lugar do André. O Pepê tem melhor desempenho tático do que Allison. Ajuda muito mais na marcação.

    Colocar os garotos pode dar dor de cabeça se entrarem e corresponderem. Renato viu que o Pepe vem entrando bem, então, tem que fazer a mesma coisa que fez com o Tony Anderson, achar uma posição em que o garoto vai entrar e não render bem.

    Falta dirigente de futebol competente para arrumar a casa.

  • Rafael Unger disse:

    O fato é que o Grêmio está destreinado. Acha que na individualidade ganha o jogo a qualquer momento. Recém em início de maio o time é muito poupado por cansaço sendo que em julho terá 30 dias de paralisação por causa da copa america. Daria para dar um “gás agora” e recuperar depois, para encarar sem ficar poupando no final do ano quando as competições chegam ao final. O Grêmio já esta 8 pontos atras do lider do brasileiro ( já precisa de tres rodadas para buscar). Acredito que o brasileiro já era, inda pela pela inconsistência e a libertadores dependendo do chaveamento tambem….

Comentar

*