Anniversaires
Sondage

O Grêmio sai da zona do rebaixamento até o início da Copa América?

  • Não (70%)
  • Sim (30%)

Carregando ... Chargement ...

Grêmio não pode gostar do Z4

O Grêmio não pode gostar do Z4. Está difícil do Grêmio deixar a zona de baixo da tabela. Antes de terminar a sétima rodada do Brasileiro está definido que o Grêmio não sairá deste grupo. É preocupante. Neste jogo contra o Bahia, o Grêmio começou com onze em campo, depois Renato Carioca optou por jogar no máximo com dez. Eu não estou me referindo aos desfalques e sim a escalação com as alterações, hoje o André não pode fardar.

3 Comentários paraGrêmio não pode gostar do Z4”

  • Paulo ces:

    Quando vi a escalação do Grêmio achei que seria uma derrota, quando Renato optou por André, daí sim tive a certeza.

  • julio ces:

    A culpa é do Alisson chama gol campeão da Champions

  • Cristiano Ferreira ces:

    Enquanto o vice-de-futebol permanecer politicamente, o Grêmio ficará no mesmo discurso. O acúmulo de erros e omissões tem suas consequências.

    Escrevi no dia 13/05/2019 aqui nesse espaço sobre o que o Grêmio faria durante:

    (Seguindo a mesma linha dos “planejamentos” anteriores, deduzo que, durante a Copa América, o Grêmio deve conceder uma semana de folga para os atletas, de acordo com o que estipular o Renato. O técnico deverá ir ao Rio de Janeiro aproveitar as curtas férias).

    Iria estipular o mesmo prazo do período da Copa do mundo que foram 10 (jours). Durante a Copa América foram 10 dias também. O Grêmio não achou o Palmeiras no returno do Brasileiro de 2018. Alguns times continuaram trabalhando no período ou deram prazo menor. O Palmeiras deu 2 dias de folga e foi campeão brasileiro.

    Quem comete os mesmos erros, colhe os mesmo fracassos.

    Tudo é muito simples. Mas é complicado para os dirigentes de futebol que temos.

    As lesões musculares continuaram assim como as demoras na recuperação no departamento médico. As cãibras no Paulo Miranda continuam sem explicação.

    Santos e Atlético-PR não cederam seus jogadores para a seleção olímpica. O Grêmio cedeu Matheus Henrique.

    Se o Grêmio tivesse um dirigente competente no departamento de futebol, não teria cedido Matheus Henrique estando o Grêmio no Z4. Teria demitido todos os médicos, fisioterapeutas e preparador físico e seus auxiliares. Por fim, cancelaria a folga de 10 dias aos jogadores, porque Z4 não é prêmio para jogador.

    Além disso, revisaria as premiações. Elevaria o valor da premiação por vitória no jogo. Triplicaria os prêmios, mas também descontaria dos salários a cada derrota esdrúxula.

    Infelizmente, o torcedor tem que engolir od dirigentes do futebol. Antes da partida, o Sr. Duda Kroeff disse que o empate era um grande resultado.

    Para um clube grande, só tem um resultado que interessa: a vitória.

    O Grêmio hoje é a cara do seu vice-de-futebol. Não tem poder de reação.

    O técnico tenta passar confiança e elevar a autoestima dos atletas, inclusive para si mesmo em relação aos erros de escalação e teimosia. Já o vice-de-futebol é melancólico e frustrante, passa conformismo: se vencer vai ajudar bastante, se empatar é um grande resultado e se perder, a justificativa é pelos desfalques. Ressalta-se que Matheus Henrique é desfalque com aval da direção.

    Soma-se todos os erros e omissões o Z4 é o prêmio para a incompetência.

Discuter

*